Maracutaia em carro usado pode envolver até airbag

download (1)Maracutaia envolvendo os airbags: em veículos acidentados, o reparo é feito fechando-se a tampa do equipamento sem colocar o outro novo no lugar, para “economizar”

São infinitas as possibilidades de maracutaia ao se comprar um carro usado. Algumas delas representam riscos incalculáveis ao novo proprietário, pois são gambiarras que envolvem dispositivos de segurança.

xemplo? Quando um automóvel de acidenta e se inflam os airbags, não existe a possibilidade de voltar a utilizá-los. São descartáveis e se deve colocar outros novos que custam caro por se tratar de um equipamento sofisticado e com componentes importados.

É hora da maracutaia, do “jeitinho brasileiro”. Fecha-se a tampa do airbag sem colocar o outro novo no lugar para “economizar”, pois, pensando bem, outro acidente com o mesmo automóvel é improvável. Aliás, não se diz que “raio não cai duas vezes no mesmo lugar”? Além do mais, como o carro será vendido…

O automóvel, depois de “reparado”, vai para uma loja de usados. Ou vendido diretamente por seu dono. E o novo “propriotário” acha que está protegido por airbags no caso de acidente, pois não vê no painel a luz de alerta que deveria indicar a falta do equipamento.

São duas as formas de exercer a maracutaia. Na primeira e mais tosca, basta desligar a lâmpada do indicador no painel. Mas, existe a possibilidade de o motorista perceber, ao ligar o carro, que ela não está se acendendo e perceber o problema. Pois, ao virar a chave, a luz se acende alguns segundos e logo depois se apaga.

A segunda forma, mas sofisticada e difícil de se perceber é puxando da luz do ABS um fio para acionar também a lâmpada do air bag. Pois o sistema ABS tem também uma luz de alerta que se acende e se apaga segundos depois. Então, mesmo sem as bolsas do air bag, sua luz de alerta se acende e apaga normalmente, acionada pelo sensor dos freios ABS…

É caso de polícia, mas fica tudo por isso mesmo…

Fonte: autopapo.com.br

(41) 3085-5853 / 3049-4342

Jassa Martelinho © 2014

Logo Oppmais